terça-feira, 4 de agosto de 2015

Os "caiçaras"


Ola meus queridos(as)

Férias invernais na praia! E com direito a muito sol, calor humano, madrinha, amados amigos, camarão e milho (são as novas descobertas do I.).... e muita tranquilidade.

Esses dias na praia passaram tão rápidos e ao mesmo tempo num ritmo tão preguiçoso, e revigorante. Recarreguei as baterias para o semestre que começa a todo vapor; I. de escolinha nova, rotina nova, eu com projetos novos! 

Mas independente dos dias ensolarados que passamos, qualquer praia do nordeste ou do Hawaii também é linda e ensolarada, o que faz a diferença são aquelas pessoas maravilhosas que moram nessa praia perdida no litoral e fizeram dela sua casa, que sempre me abraçaram de coração, amam meu filho como se fosse deles, genuinamente sentem saudades e nos acolhem com muito carinho e amor. São pessoas que fui conhecendo ao longo dos anos que morei lá e que nunca nos esqueceram, desde do dono da pizzaria da esquina de casa, a minha confidente e gigante amiga até a pessoa mais única e caridosa que conheci, que hoje é a madrinha do meu filho. Os tios adotados, os avôs emprestados, o "pai preto" do I. (e não tem nada haver com macumba não, é o gerente do Pica Pau), a eterna babá do I. que ainda cuida dele como se fosse um bebê. São pessoas preciosas, como diamantes únicos, mas que não se escondem, e se multiplicam! 

Cada uma destas pessoas tem sua história de vida, algumas nasceram lá, algumas vieram de muito longe, algumas são jovens, outras mais idosas, algumas são instruídas formalmente, outras apreenderam na "lida"mesmo, algumas tiveram grandes perdas, outras tiveram grandes ganhos... Mas todas essas pessoas são a essência do que há de melhor no ser humano, todas essas pessoas são "caiçaras"! 

E sempre que subo a serra, uma lágrima escondida cai por cada uma delas já sentindo saudades!

Nenhum comentário:

Postar um comentário