sexta-feira, 10 de abril de 2015

Abacaxis para descascar


Ola meus queridos(as)

É com um certo pesar que escrevo este post, infelizmente o ciclo se perpetua... o Caiçara esta sumido a quase 48 horas, mais um celular perdido, mais 7 meses limpos jogados no lixo, talvez mais um bom emprego indo pras cucuias, e mais uma vez eu aqui, realmente me questionando se é esse tipo de relação que eu quero para minha vida; que a duras penas, eu consigo manter equilibrada e saudável. 

A única coisa que consigo sentir é compaixão, pois sei que quando o $ acabar junto do efeito da droga, ele estará sofrendo e MUITO mas eu não tenho como diminuir sua dor, mais uma vez ele terá que passar por ela sozinho. Com minha codependência adormecida, nada mudou, não perdi nem um minuto de sono, o I. continua na sua rotina e eu na minha, com uma exceção; me dei o direito de passar a manhã inteira no salão; voltei a ser loura!!!! 

Minha vida anda tão maluca ultimamente, tantas coisas "pseudo" urgentes para serem resolvidas, terminando a pós-graduação, gigantes projetos sustentáveis sobre minha supervisão, viajando a trabalho quase toda semana, o I. com problemas na escola (pois é, segundo a escola meu filho é o Hannibal the cannibal; qualquer coisa que se mexa na frente dele, incluindo os coleguinhas, ele morde)... enfim, inúmeros abacaxis para descascar; e agora mais um. 

Tudo nas nossas vidas se resumem a escolhas, e a pergunta de um milhão de dólares é: eu escolho continuar ao lado dele? Não sei, estou flertando seriamente com a opção de simplesmente ficar sozinha por um tempo. Eu acredito piamente na recuperação de qualquer pessoas, acredito que ele possa viver em recuperação e ser feliz; só não sei se quero esperar mais por isso; esperança eu tenho, mas o tempo passa, a idade esta chegando (não sou mais nenhuma menininha) e confesso, estou cansada. Não tenho mais a mesma energia e determinação de antes, será que quero continuar utilizando minha energia nesta relação? Será que não tenho outras prioridades nas quais essa energia seria melhor utilizada? Outros projetos, ou meu próprio filho que esteja precisando mais de mim e seria beneficiado com uma dose "extra" de energia?! Alguns de vocês meus queridos podem estar pensando: mas tem "energia" para tudo isso, cabe todo mundo... Olha, a verdade é que não! Nem na teoria relativista a energia é infinita ou o universo.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Eis a questão de um milhão de dólares...rs...força....mandando muitas energias pra ti...muita alegria...pra sua vida...e dos seus... :) Namastê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada mulher pelo carinho! Mega beijos!!!!!

      Excluir